Página principalRecursosBlogueVeículos conectados: tecnologias e vantagens
8 minutos para ler

Veículos conectados: tecnologias e vantagens

Por João ChitasMay 12, 2020

A tecnologia de carros, frotas e veículos conectados

Os efeitos da  evolução da tecnologia digital estão a  a ser cada vez mais notórios no mundo dos transportes e da gestão de frotas. Sistemas novos e inovadores estão a conectar o nosso mundo e, no contexto dos transportes, isto significa veículos conectados. Em breve, todos os novos veículos e máquinas estarão equipados de série com uma ligação à Internet. 

O potencial de crescimento da indústria veículos conectados europeia é surpreendente. Entre 2018 e 2023, espera-se que este mercado atinja, no seu todo,  um valor de 30,44 mil milhões de dólares americanos (USD), apresentando uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 7%. Mais especificamente, prevê-se que o mercado europeu de automóveis de passageiros conectados atinja 17,10 mil milhões de USD até 2023, a uma CAGR de 3%. É provável que o mercado europeu de camiões conectados siga um padrão semelhante, com um aumento da CAGR de 12%, atingindo um total de 13,33 mil milhões de USD até 2023. A nível mundial, as estimativas sugerem que o mercado de veículos conectados atingirá 142,49 mil milhões até 2026, a uma CAGR de 16,4%. *

Estas estimativas realçam a importância desta indústria. Analisemos mais detalhadamente o que é um veículo conectado e quais os seus benefícios para empresas cuja atividade esteja assente no desempenho das suas frotas . 

O que são veículos conectados?

Essencialmente, um veículo conectado é um veículo com ligação à Internet. No entanto, para funcionar corretamente com o carro, carrinha ou camião conectado, o veículo tem também de estar equipado com um dispositivo com acesso à Internet e com aplicações de software correspondentes. Além disso, tem de ser possível a transmissão de dados a partir do motor, do chassis e do sistema eletrónico para um dispositivo de localização de veículos. Posteriormente, os dados serão enviados para um centro de tratamento central ou para o smartphone do condutor.

A conectividade dos veículos depende de uma combinação de tecnologias integradas e disponibilizadas em  pós-venda. Hoje em dia, os veículos comerciais estão equipados com dispositivos de software incorporados que são emparelhados com produtos integrados. Estes são ligados a um sistema de gestão de dados central.

Tecnologia de veículos conectados: comunicação V2X, V2V e V2I

A tecnologia de veículos conectados pode assumir várias formas, sendo que todas elas podem ser utilizadas por empresas de transportes comercial. As três principais tecnologias são V2V, V2I e V2X. Analisemos detalhadamente estas tecnologias para compreender o que são e como funcionam.

Veículo para veículo (V2V)

A tecnologia V2V diz respeito à tecnologia inteligente que permite a troca de dados de um veículo para outro veículo, com o objetivo de contribuir para a redução de acidentes e congestionamentos. Para o conseguir, recorre-se à utilização de comunicações dedicadas de curto alcance (300 metros ou 328 jardas), que permitem que os veículos conectados acedam a informações sobre outros veículos com V2V que se encontrem nas proximidades. Estas informações podem incluir a velocidade e a localização de veículos próximos, que são posteriormente utilizadas para alertar os condutores sobre potenciais perigos. Além disso, a tecnologia V2V consegue detetar fluxo de trânsito e condições da estrada , problemas no piso e avisos de condições meteorológicas adversas.

Veículo para infraestrutura (V2I)

A tecnologia V2I recolhe dados como congestionamentos, avisos sobre condições meteorológicas e altura do gabarito das pontes. Estes dados transmitidos sem fios alertam os condutores para perigos dos quais devem ter conhecimento, contribuindo para melhorar a segurança. A V2I também aciona sinais de trânsito inteligentes que ajudam os condutores a avaliar as condições de trânsito. Consequentemente, será possível assegurar uma maior precisão das horas de chegada previstas e uma melhor comunicação entre os condutores e os clientes.

Veículo para tudo (V2X)

A tecnologia V2X inclui o software V2V e V2I. Essencialmente, a V2X funciona para tornar todos os veículos na estrada mais inteligentes, dando-lhes a capacidade de “comunicar” com o sistema de trânsito, nomeadamente outros veículos conectados e infraestruturas. Os condutores podem receber notificações sobre condições meteorológicas perigosas, bem como sobre hábitos de condução perigosos, acidentes e congestionamentos. Além disso, a tecnologia V2X automatiza os pagamentos de portagens e estacionamentos, facilitando o processo de condução. 

Estas tecnologias são o futuro dos veículos conectados e autónomos. No entanto, a V2V, a V2I e a V2X serão mais eficazes quando todos os camiões, autocarros, carros, motocicclos e até bicicletas estiverem equipados de série com estas tecnologias.

Outros tipos de tecnologia de veículos conectados

Embora a V2V, a V2I e a V2X recebam mais destaque no que diz respeito à tecnologia de veículos conectados, existem também outras inovações que estão a ser utilizadas e desenvolvidas. 

  • Veículo para rede (V2N): esta tecnologia permite a comunicação de veículo para veículo através de redes de telemóveis como a LTE.
  • Veículo à rede (V2G): atualmente em fase de desenvolvimento, a tecnologia V2G centra-se na ideia de utilizar as baterias de veículos elétricos como uma fonte de energia numa rede elétrica. A utilização basear-se-ia na procura de energia. 
  • Cérebro para veículo (B2V): apresentado pela Nissan, o conceito desta tecnologia centra-se em conectar o cérebro de um condutor ao respetivo veículo. Não está atualmente em uso, contudo, poderia mudar radicalmente o futuro da condução e da segurança rodoviária. 
  • Pelotão: em teoria, o pelotão conectaria dois ou mais camiões formando uma esécie decomboio, por forma a reduzir o consumo de combustível e as emissões de CO2. Os sistemas de travagem automáticos seriam implementados para melhorar a segurança e aumentar a eficácia. 

Descubra a solução adequada para a sua empresa com o nosso Guia do comprador de gestão de frotas.

As vantagens das frotas conectadas para proprietários e condutores 

A operação de frotas conectadas pode ajudar as empresas a servir melhor os clientes, a aumentar a eficácia, a promover hábitos de condução mais seguros e a gerir o retorno das suas máquinas e veículos com mais precisão. A utilização de um sistema de conectividade baseado na telemática para integrar todos os veículos de uma frota num fluxo de dados proporciona aos proprietários de frotas e aos condutores vantagens concretas: 

Utilização de máquinas

Os proprietários de frotas podem obter um planeamento de percursos mais inteligente ao identificar veículos conectados que estejam parados no trânsito ou emuma paragens não planeadas. A monitorização dos dados permite também analisar a eficiência dos veículos para que os gestores de frotas possam planear percursos adequados e compreender melhor o desempenho das respetivas máquinas. Consequentemente, será possível um envio e planeamento mais eficaz em toda a frota conectada.

Verificação da conformidade 

Os dados recolhidos de um veículo conectado podem ajudar os gestores de frotas a verificarem se os condutores cumprem a legislação rodoviária, fazem as pausas requeridas, preenchem a os documentos conforme recomendado e realizam as verificações de segurança necessárias. Estes dados recolhidos também podem ser úteis para verificar se os produtos são sempre transportados nas condições requeridas, por exemplo, um nível de temperatura pré-determinado. Além disso, ter uma conectividade baseada na telemática ajudará a preparar os camiões e os condutores para o cumprimento dos requisitos do tacógrafo digital.

Melhor desempenho

Os dados dos veículos ajudam os gestores de frotas a monitorizar o desempenho dos condutores em várias áreas importantes. Estas podem incluir o estilo de condução, a eficiência do combustível, a segurança e a produtividade. Por sua vez, os colaboradores da área administrativa conseguem designar mais facilmente o melhor condutor com base em dados de localização do veículo e de estado do trabalho. 

Maior segurança e melhor manutenção 

Os veículos conectados podem enviar alertas de diagnóstico para os gestores de frotas tendo em vista a resolução de problemas de manutenção. Além disso, é possível criar registos detalhados do estado dos veículos ao longo do tempo para realizar manutenções de rotina de acordo com um calendário. Os veículos conectados podem ajudar os condutores a manter-se em segurança, enviando alertas sobre perigos próximos como acidentes rodoviários ou condições meteorológicas perigosas. Os gestores de frotas, por sua vez, podem recolher dados e utilizá-los para identificar programas de formação de condutores eventualmente necessários. 

Funções de escritório simplificadas

As frotas conectadas podem utilizar ordens de trabalho eletrónicas para reduzir o tempo gasto em trabalho administrativo. As fotografias e as assinaturas podem ser carregadas quando os trabalhos estiverem concluídos, enquanto o GPS verifica a localização de um colaborador ou condutor.

O futuro dos veículos conectados

A próxima fase da conectividade dos veículos forcar-se-á na componentização, definida como a conexão de todas as máquinas, produtos e níveis de componentes, com o objetivo de atingir um melhor desempenho e uma operação mais segura dos veículos novos. Tal permitirá às empresas obter melhores níveis de eficiência de combustível e gerir o desempenho com base em critérios mais específicos, tais como o tipo de carga transportada ou o terreno no qual o veículo é conduzido. 

A chegada iminente de uma conetividade de telemóvel de 5G universal também tem o potencial de influenciar de forma significativa as capacidades de comunicação dos veículos conectados. A transmissão mais rápida dos dados relacionados com os veículos contribuirá para melhorar ainda mais a segurança operacional e a eficácia de todas as frotas.

Conecte-se com a sua frota com a solução de gestão de frotas por GPS da Verizon Connect

______________

* Fortune Business Insights, “Connected Car Market Size, Share & Industry Analysis By Service, by Connectivity, by Vehicle, and Regional Forecasts, 2019-2026”, nov. de 2019, https://www.fortunebusinessinsights.com/industry-reports/connected-car-market-101606

 


João Chitas

João Chitas, Marketing Specialist na Verizon Connect


Etiquetas: Tecnologia, Gestão de Viaturas e Equipamentos

Poderá gostar de

Ver tudo