Página principalRecursosBlogueRalenti: O que é e qual o custo
3 minutos para ler

Ralenti: O que é e qual o custo

Por Equipa Verizon Connect janeiro 17, 2022

Qual é o custo do tempo passado em ralenti?

Se o ralenti representa a “inatividade” de uma viatura que, apesar de se encontrar com o motor em funcionamento, permanece imóvel, então quanto mais tempo uma viatura estiver em ralenti maior será o custo.

Apesar de o custo variar por tipo de veículo podemos dizer que um veículo poderá gastar 1 litro de combustível por cada hora em ralenti*. Se considerarmos o preço a pagar por cada litro de combustível, será fácil perceber o impacto do ralenti na eficiência da sua frota e no orçamento da sua empresa. Se considerarmos igualmente que, em alguns setores de atividade, o gasóleo representa 30% dos custos operacionais**, qualquer ação com o objetivo de reduzir o tempo passado em ralenti poderá traduzir-se numa redução dos custos com combustível relevante para a sua empresa.

Como diminuir o tempo em ralenti? 

O ralenti está normalmente associado a períodos durante os quais a viatura não se desloca. Ou seja, se as viaturas registarem tempos de condução em ralenti muito elevados, provavelmente significará que as mesmas percorrem áreas de tráfego intenso ou de grande congestionamento. Ora, se as suas viaturas estão frequentemente presas no trânsito, isto significa que os seus recursos não estão a ser devidamente utilizados. No fundo, está a remunerar colaboradores por horas de inatividade e a abastecer combustível nas viaturas que não é utilizado de forma eficiente.

 

Identificar a situação

Para mudar, é necessário saber o que mudar até porque a resposta nem sempre é óbvia. As soluções de gestão e localização de viaturas por GPS, como o Verizon Connect REVEAL, indicam o período de tempo em que os seus veículos estiveram em ralenti. Melhor ainda, poderá identificar o motorista, qual a viatura e em que percurso foram atingidos tempos em ralenti considerados inaceitáveis, isto segundo os parâmetros definidos pela sua empresa.

 

Planear e Reorganizar rotas e deslocações

Do lado da gestão será necessário identificar que percursos e rotas estão a ter impacto no tempo em ralenti e que podem ser alterados. Se por exemplo as viaturas da sua empresa se deslocam para o centro da cidade no início da manhã ou percorrem uma estrada que tende a estar congestionada, poderá estar na altura de repensar o planeamento de rotas e deslocações.

Outra forma de reduzir o tempo em ralenti poderá passar por flexibilizar o horário de entrada ao trabalho, uma janela horária de cerca de uma hora para se apresentarem na empresa poderá traduzir-se numa redução do tempo em ralenti.

 Desta forma, é mais provável que o tempo de condução em ralenti diminua, reduzindo assim as horas de trabalho improdutivas e os litros de combustível gastos sem qualquer benefício para a sua empresa.

 

Corrigir e premiar comportamentos

Reorganizadas as rotas, é necessário explicar aos colaboradores o impacto que o ralenti excessivo tem no orçamento da empresa, mas também no ambiente. Assim poderá sensibilizar as suas equipas para a mudança e incentivando a adoção de comportamentos positivos para a empresa e para o ambiente.

Existem comportamentos individuais como desligar o motor em paragens superiores a 30 segundos ou não prolongarem em demasia o tempo destinado ao aquecimento do motor.

Por outro lado, e se quiser efetivamente inspirar a mudança, poderá premiar os colaboradores que tenham registado um melhor desempenho neste capítulo. É importante que recompense as boas práticas.

 

* https://www.imt-ip.pt/sites/IMTT/Portugues/Condutores/Ecoconducao/Documents/Manual_EcoConducao.pdf

 

** https://observador.pt/2021/10/18/empresas-transportes-publicos-querem-compensacao-para-subida-do-diesel-e-do-salario-minimo/


Equipa Verizon Connect

Guiamos um mundo conectado em constante movimento! Automatizamos, otimizamos e revolucionamos a forma como pessoas, veículos e coisas se movem pelo mundo


Etiquetas: Combustível, Gestão de Viaturas e Equipamentos, Gestão de Equipas