Página principalRecursosBlogueO que é a Telemática?
7 minutos para ler

O que é a Telemática?

Por João ChitasNovember 13, 2020

O conceito mais genérico do termo telemática inclui Internet, uma vez que combina telecomunicações (linhas telefónicas, cabos, etc) com informática (sistemas de computadores). No entanto, o termo é hoje utilizado sobretudo na telemática aplicada a veículos, em que a informação sobre a localização da viatura é utilizada para fins empresariais, auxiliando os proprietários de empresas a gerirem a sua força de trabalho móvel de forma mais eficaz.

____________________________________________________________________________________

A tecnologia permite o envio, recepção e armazenamento de informação referente a objectos remotos (neste caso, uma viatura) através de dispositivos ligados à ficha OBD ou ao CAN Bus, com um cartão SIM e um modem que permita a comunicação através de uma rede móvel. Estes dispositivos inteligentes registam e reportam vários pontos com informações disponíveis. Muitos são aqueles que acreditam que a telemática permite apenas a identificação da posição GPS da viatura –  no entanto, os benefícios da telemática inteligente cobrem bem mais do que isso.

____________________________________________________________________________________

Mas antes de abordarmos os benefícios e potencialidades da telemática, vamos começar por analisar o caminho percorrido por esta tecnologia desde a origem até aos dias de hoje.

Era uma vez …

O desenvolvimento da telemática acompanhou o crescimento da Internet. Os computadores ficaram mais pequenos, acessíveis a mais pessoas e a necessidade de facilitar a troca de dados cresceu. Foi aqui que as tecnologias de telecomunicação começaram a ser utilizadas para conectar computadores, bem como ouros dispositivos e assim nascia a telemática.

A partir desse momento, os processadores de computadores tornaram-se cada vez mais pequenos e omnipresentes, enquanto as redes de telecomunicações começaram expandir-se e tornar-se mais eficazes na transferência de maiores quantidades de dados digitais, independentemente do local onde o computador se encontrasse. Quer se trate de um camião numa zona remota do interior do país ou uma pequena carrinha de distribuição no centro urbano, a telemática é capaz de transferir dados de forma instantânea para centros de operações, ajudando os responsáveis pela gestão da atividade da frota a monitorizarem as suas forças de trabalho móveis.

(Nota Rápida: O termo “telemática” foi estabelecido em 1978 por Simon Nora e Alain Minc no seu relatório “L´Informatisation de la société” – preparado para o primeiro ministro francês como resposta ao desenvolvimento da tecnologia computacional e o florescimento da era da informação). 

Como funcionam os sistemas de telemática?

Na génese de um sistema de telemática estão os dispositivos de localização de viaturas ou caixas negras. Estes dispositivos procedem à recolha de dados GPS, bem como um vasto leque de dados provenientes da OBD dos veículos, sendo estes últimos transmitidos via GPRS (General Packet Radio Service), dados móveis 4G ou comunicação por satélite para um servidor central que depois interpreta os dados e os apresenta ao utilizador final [Saber Mais]

  1. As unidades de localização das viaturas registam informações de localização e diagnóstico

  2. Os dados são transmitidos ou rede satélite

  3. Os servidores Verizon Connect interpretam esses dados

  4. Actualizações relativas à localização das viaturas são apresentadas de forma instantânea no seu computador ou aplicação móvel.

Existe uma grande variedade de dados que são são recolhidos por um dispositivo de telemática. Quando descodificados, estes dados poderão conter informações bastante úteis, tais como: localização, velocidade, tempo em ralenti, travagens e acelerações bruscas (medidos pelo velocímetro), consumo de combustível ou necessidades de manutenção.

Todos estes dados poderão ser apresentados sobre um mapa, de forma instantânea, e consultados através de smart phones e tablets.

O que é que a telemática pode fazer efetivamente?

Nos dias hoje não existem limites para as diferentes aplicações possíveis da telemática. Dia após dia o mundo fica mais conectado, como resultado de novas formas de utilizarmos informações baseadas na localização. Ainda assim, continua a existir a ideia de que a telemática permite apenas a identificação da localização GPS de um veículo –  nada mais nada menos do que um simples ponto no mapa. Esta é uma noção muito superficial das potencialidades da telemática.

Com os dados de telemática, os gestores de frotas podem saber se um motorista se encontra em excesso e velocidade, verificar o estado de uma viatura (está em raleni?), enviar alertas instantâneos aos motoristas para lhes indicar as rotas mais rápidas e eficientes. Além disso, a monitorização do consumo de combustível, de comportamentos de condução, tempos de paragem num determinado local e agendamento de acções de manutenção periódica das viaturas é possível com a tecnologia de telemática certa.

No entanto, a telemática, por si só, não é suficiente. Nem todas as soluções de telemática são concebidas da mesma forma para que possa retirar o máximo proveito do seu potencial, pelo que irá necessitar de procurar no mercado a solução ideal para os objectivos da sua empresa.

Como retirar o máximo proveito da telemática?

Adoptar uma solução de telemática é essencial para uma gestão verdadeiramente eficiente e eficaz de uma frota automóvel, existindo uma série de vantagens significativas associadas à implementação de uma solução de telemática.

Para quem se inicia nestas lides, a possibilidade de obter uma visibilidade completa sobre o comportamento das suas equipas móveis à distância de um clique, através de dashboards intuitivos disponíveis numa app é um cenário muito tentador.

Aqui ficam seis formas que as empresas têm para poderem maximizar o potencial das suas frotas:

  • Diminuição dos custos de combustível - A monitorização do estilo de condução dos motoristas pode contribuir para a identificação de áreas de actuação urgente, como é o caso da utilização de combustível. Além disso, com a solução de gestão de frotas por GPS certa, terá a possibilidade de planear rotas de forma mais eficiente para cada um dos seus motoristas através de um simples clique. Deste modo consegue reduzir quilómetros supérfluos.

  • Mais segurança - Tendo em conta que o feedback sobre o estilo e os comportamentos de condução é contínuo, os gestores de frotas acabam por ficar em melhor posição para formar os condutores sobre as suas más práticas (excesso de velocidade, travagens e acelerações bruscas) e também reconhecer os colaboradores com bons níveis de desempenho. Embora os seus motoristas tenham boas intenções e tentem não comprometer a segurança de outros utilizadores da via, são seres humanos e como tal o erro é inevitável.Com uma solução de telemática, poderá monitorizar de perto esses maus hábitos e produzir relatórios ou tabelas de classificação, que destaquem o desempenho do motorista e ajudem a implementar novas metas de segurança.

  • Mais produtividade - Com os dados do sistema de gestão de frotas por GPS de forma instantânea, os seus motoristas podem evitar atrasos no trânsito, além de poderem facilmente atribuir quaisquer visitas novas ou adicionais ao veículo mais próximo e instruí-los sobre a rota mais eficiente para lá chegar. Com os dados do sistema de gestão de frotas por GPS de forma instantânea, os seus motoristas podem evitar atrasos no trânsito, além de poderem facilmente atribuir quaisquer visitas novas ou adicionais ao veículo mais próximo e instruí-los sobre a rota mais eficiente para lá chegar.

  • Melhor gestão de custos - Ao monitorizar o momento exacto em que um veículo inicia a sua atividade até ao momento em que este conclui os seus serviços, uma solução de localização de viaturas fornece um registo preciso e automatizado de quanto tempo um funcionário trabalhou e onde. Através da automatização de folhas de pagamentos, os proprietários de empresas podem garantir que seus funcionários são pagos com precisão pelas horas efectivamente trabalhadas.

  • Redução de episódios de utilização indevida - Uma forma de reduzir o risco de acidentes é garantir que seus veículos estão na estrada o tempo estritamente necessário para a execução do serviço. No entanto, como é que poderá certificar-se tem de que nenhum dos seus veículos é utilizado fora do horário laboral sem o seu consentimento? Com uma solução de telemática, poderá monitorizar o tempo de utilização de um veículo.Os seus veículos estão onde deveriam estar, quando deveriam estar? Estas perguntas têm resposta com uma solução de gestão de frotas por GPS.

  • Menos custos com manutenções - A telemática pode ser configurada para fornecer alertas com base em quilometragem, uso do motor ou tempo de utilização.Junte estes dados às informações sobre sobre o estilo de condução dos seus colaboradores para monitorizar o desgaste dos veículos da sua empresa e assim planear acções de manutenção preventiva. Além disso, uma solução abrangente pode alertá-lo sobre códigos de problemas de diagnóstico, como luzes de aviso do motor, eliminando a necessidade de recorrer a diagnósticos dos motoristas relativamente a falhas e dando-lhe a possibilidade de resolver o problema de forma pronta, minimizando alguns danos adicionais.


João Chitas

João Chitas, Marketing Specialist na Verizon Connect


Etiquetas: Tecnologia

Poderá gostar de

Ver tudo