Página principalRecursosBlogueDiz-me por onde andas, dir-te-ei quanto podes poupar
Icon clock 1 minuto para ler

Diz-me por onde andas, dir-te-ei quanto podes poupar

Por João ChitasJanuary 28, 2020
1580229706 gettyimages 1136937581

É aqui que entra o trabalho de escritório, tão útil na estrada. Planear é essencial para os bons resultados da sua frota. A verdade é que esse trabalho, apesar de necessário, acaba por consumir muito do seu tempo, tirando-lhe o foco que precisa para tarefas correntes e igualmente imprescindíveis.

Mas conseguirá ignorar viagens de âmbito não profissional realizadas pelos seus motoristas? Desvios de rota injustificados ou tempos de paragem excessivos? Talvez consiga, se não vir. Mas não é isso que se pretende.

O objetivo do planeamento de rotas consiste na definição de itinerários que permitam uma chegada mais rápida ao destino, com menos quilómetros percorridos e, naturalmente, um menor consumo de combustível. E aqui não se trata apenas de escolher a melhor rota. Trata-se também de otimizar o agendamento de deslocações e tarefas a atribuir aos seus colaboradores, tornando o seu dia de trabalho mais produtivo.

No entanto, nem tudo aquilo que planeia acontece realmente na estrada. E  porquê? Em primeiro lugar porque não pode conduzir todos os veículos da frota e depois porque não consegue controlar os imprevistos a que todos os condutores, profissionais e não-profissionais, estão sujeitos.

Nesse sentido, é importante que o gestor de frota acompanhe a performance e localização dos veículos da empresa, isto porque não é garantido que o planeamento ocorra tal e qual como idealizou.

A Verizon Connect, através da funcionalidade reprodução de rota, permite esse acompanhamento em tempo-real. Desde o itinerário seguido, sequência de visitas a clientes ou a chegada a pontos/marcos de interesse assinalados no itinerário, o Reprodução de Rota indica onde e como andam os veículos da empresa.

Sabendo a localização dos veículos da frota e as rotas seguidas pelos motoristas, o gestor poderá fazer contas à importância de planear eficazmente as deslocações. Poderá também fazer contas ao impacto que os desvios de rota e incumprimentos dos motoristas têm nos resultados da sua empresa, adotando as medidas corretivas que considerar mais ajustadas para cada caso.

No fundo, o gestor poderá conhecer o preço a pagar pela falta de acompanhamento do comportamento de condução e desempenho dos seus motoristas. Um preço que, em muitos casos, representa uma perda de produtividade e aumento de custos operacionais da frota corporativa.


1575539990 joao pedro chitas
João Chitas

João Chitas, Marketing Specialist na Verizon Connect


Etiquetas: Gestão de Equipas